TEATRO
Acompanhe o melhor do teatro adulto e infantil! As principais estreias nos palcos estão aqui.
Não deixe de ler as matérias e críticas.

Críticas - Teatro Adulto

Nosso Irmão
Publicado em 04/03/2024, 22:00
25
Facebook Share Button
Nosso Irmão

Texto do espanhol Alejandro Melero, direção de @danrossetodramaturgia.
Com @regianealves @eumarinaelias @bferian no

O amor é essencial na vida e muitas vezes ele é sufocado por sonhos frustrados, traumas e mesquinhez.
Cultivar o amor é uma dádiva! Ele precisa prevalecer para um dia a dia harmonioso, mas como cultivá-lo quando boletos vencem, conflitos são inevitáveis e mágoas atormentam o coração?
Em Nosso Irmão, a perda da matriarca une Teresa, Maria e Jacinto.
As irmãs saíram cedo da pequena terra natal e foram morar em Madri. Uma é casada e tem 5 filhos; a outra é editora de um programa sensacionalista e sonha em ser escritora. Saíram do pequeno vilarejo com muitos sonhos, mas nem tudo ocorreu como elas imaginaram um dia. O irmão ficou ao lado da mãe e ama a rotina do interior. Ele é autista e por isso sempre contou com toda a atenção dos pais. Talvez esse seja um motivo essencial para explicar a alma inquieta das irmãs. Elas sempre se sentiram deixadas de lado e culpam o irmão por isso. Sabem que ele não tem culpa, mas como controlar o sentimento de rejeição?
A volta para a casa materna é carregada de lembranças, boas e más. É preciso verificar documentos, roupas, objetos, mas o principal é definir como cuidar do Jacinto. O irmão é perspicaz, mas também inconstante e pode ter atitudes violentas quando fica estressado. Tem um temperamento complicado e é uma pessoa que precisa ser tratada com muita paciência. Ele não quer ir morar na cidade grande porque era muito apegado à mãe e ao universo restrito e pacato em que sempre viveu. Diversas vezes ele chama pela mãe... como resolver a situação?! O que fazer com o Jacinto, já que ele não tem a capacidade para viver só?! Decisão difícil para as irmãs, que têm carinho pela família, mas ele fica sufocado porque elas precisam de dinheiro. Estão desesperadas para saber o conteúdo do testamento deixado pela mãe.
Uma trama corriqueira, universal e muito bem escrita.
Falar de afeto é sempre bem-vindo. É o afeto que estava adormecido que promove a re(conciliação) familiar. Eles não tem pai, a mãe agora partiu ... juntar os cacos é preciso.
É um texto sensível e dirigido com singeleza, que nos faz pensar sobre o quanto o afeto cura tristezas, dores e frustrações. E a peça tem como trunfo abordar a deficiência e o quanto é urgente que o mundo entenda que todos temos habilidades e limitações. Os deficientes precisam somente de mais atenção para o seu desenvolvimento. No caso de Jacinto, ele precisa de cuidados porque pode perder o controle em momentos de nervosismo...o embate entre ele e Teresa é caloroso e ele acaba agredindo a irmã em alguns momentos.
Nosso Irmão fez merecido sucesso na temporada paulistana e agora viajará pelo Brasil.
No palco, três excelentes atores que interpretam as nuances dos personagens com competência. São várias camadas, pois ninguém ali é "completamente" bom ou mau. São indivíduos que trazem amor no coração, mas que a vida endureceu. São intempestivos, explodem, amam e se odeiam ao mesmo tempo.
Teresa/Regiane Alves é melodramática, exagerada, cínica, irônica, precisa de dinheiro para honrar dívidas contraídas pelo marido e tenta ser prática nas resoluções. Maria, Marina Elias, é mais contida e demonstra, ao contrário da irmã, o seu afeto por Jacinto.
Bruno Ferian tem um trabalho minucioso de voz, corpo, olhar, movimento, sem estereótipos.
Um espetáculo que conta com o talento dos artistas brasileiros.
O Tucarena recebeu a peça com louvor. Os atores olham para todos os lados da arena e o cenário contribui para isso porque os objetos (que sinalizam um ambiente antigo e que precisa de limpeza) foram bem distribuídos para valorizar a movimentação circular dos atores.
A cor é neutra, apagada, assim como a rotina dos personagens.
A trilha é espanhola e vigorosa para realçar o clima tenso das cenas.


"Nosso Irmão" de Alejandro Melero direção de @danrossetodramaturgia com @regianealves @eumarinaelias @bferian.
@kleber_montanheiro
@cesarpivetti
@priscilasoares
@flaviafuscocomunicacao
@dri.barea
@sergio_rezende
@mercuriocultural
#teatro
#drama
#artistasdobrasil
DE OLHO NA CENA ® 2015 - Todos os Direitos Reservados
. . . . . . . . . . . .

DE OLHO NA CENA BY NANDA ROVERE - TUDO SOBRE TEATRO, CINEMA, SHOWS E EVENTOS Sou historiadora e jornalista, apaixonada por nossa cultura, especialmente pelo teatro.Na minha opinião, a arte pode melhorar, e muito, o mundo em que vivemos e muitos artistas trabalham com esse objetivo. de olho na cena, nanda rovere, chananda rovere, estreias de teatro são Paulo, estreias de teatro sp, criticas sobre teatro, criticas sobre teatro adulto, criticas sobre teatro infantil, estreias de teatro infantil sp, teatro em sp, teatros em sp, cultura sp, o que fazer em são Paulo, conhecendo o teatro, matérias sobre teatro, teatro adulto, teatro infantil, shows em sp, eventos em sp, teatros em cartaz em sp, teatros em cartaz na capital, teatros em cartaz, teatros em são Paulo, teatro zona sul sp, teatro zona leste sp, teatro zona oeste sp, nanda roveri,

CRISOFT - Criação de Sites ® 2005
HOME PAGE | QUEM SOU | TEATRO ADULTO | TEATRO INFANTIL | MULTICULTURAL | CONTATO
CRÍTICAS OPINIÕES CINEMA
MATÉRIAS MATÉRIAS SHOWS
ESTREIAS ESTREIAS EVENTOS