Eventos: Férias no Sesc Pinheiros
Projeto Nós, os Animais traz peças de teatro, oficinas, contação de histórias para crianças e famílias sobre o Reino Animal
O Sesc Pinheiros oferece uma programação especial de férias para crianças e famílias, com atividades que englobam a riqueza do Reino Animal.

NÓS,OS ANIMAIS, DO SESC PINHEIROS, TRAZ ATIVIDADES QUE ENGLOBAM A RIQUEZA
DO REINO ANIMAL EM OFICINAS, PEÇAS, FILMES E CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Programação entre 7 e 22 de julho
NÓS OS ANIMAIS_foto Felipe Cohen (1)

Durante as férias, o público do Sesc Pinheiros terá oportunidade de conhecer e interagir com os amigos do Reino Animal. Habitantes das nossas casas, imaginação e paisagens do mundo afora, os animais são o centro da programação, que terá peças de teatro, oficinas, jogos, filmes e contação de histórias, entre muitas outras atividades. Um dos objetivos centrais da programação de férias é ensinar mais sobre o cuidado com os animais e a riqueza do seu Reino, estimulando um olhar ético e amoroso entre todos nós, os animais.

TEATRO

Peça infantil – Como Nasce a Chuva - Com Cia Polichinelo

1 a 9 de julho, domingos e feriado, às 15 e às 17 horas
Preços: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com
deficiência) e R$ 7,50 (credencial plena do Sesc - trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Local: Auditório 3° andar (98 lugares). Classificação: Livre

Sinopse: Houve um tempo em que os homens haviam se tornado irresponsáveis com o mundo em que viviam. Então, lá dos céus, os deuses resolveram castigar a humanidade acreditando que com tanto sofrimento, os homens cuidariam melhor da terra. O sol, portanto, passou a arder com mais força a chuva parou de cair. Foram dias de grande agonia! Até que em uma das tribos, havia um indiozinho chamado Lua que, embora pequeno, conseguiu mudar essa história e o destino dos homens, juntamente com os animais que viviam na mesma terra.

Ficha Técnica
Texto e direção: Márcio Pontes. Bonecos e cenários/criação: Márcio Pontes. Bonecos e cenários/confecção: Márcio Pontes e Luciano Pacchioni, Paulo Costa e Guito Brito. Efeitos/Design de luz: Luciano Pacchioni. Iluminação: Luciano Pacchioni. Trilha Sonora: Paulo Costa. Mixagens: Studio Kabana. Sonoplastia: Luciano Pacchioni. Figurinos/Criação: Márcio Pontes. Figurinos/Execução: Elizabeth Ferreira. Produção: Deborah Corrêa. Direção Geral: Márcio Pontes. Realização: Cia Polichinelo de Teatro de Bonecos.

____________________________________________

Vivência/Jogos Teatrais – Nós, os Animais

Com O Povo em Pé
7 a 22 de julho, domingos e feriado, 12h
Grátis. Local: Praça. Classificação: Livre

Sinopse: Uma vivência que explora a ideia, a relação e a percepção a respeito dos animais e do que temos de igual e diferente. Atividade especialmente criada para o projeto, a partir de proposta da Unidade, baseada em jogos de teatro e corpo, com diferentes práticas em diversas estações para crianças e família.
____________________________________________

Peça infantil – As Aventuras de Urashima Taro

Com Elder Fraga e Joaz Campos
7 a 9 de julho, segunda e domingo, às 16 horas
Grátis. Local: Praça.
Classificação: Livre

Sinopse: Após uma fracassada pescaria, o pequeno Urashima salva a vida de uma tartaruguinha, sem saber que este simples gesto mudaria para sempre o seu destino. Anos depois, o mesmo Urashima - agora um belo rapaz -, é salvo de uma tempestade e levado para conhecer o Reino submarino. Em meio a tantas maravilhas, o jovem pescador não sente a rapidez do tempo passar e, quando resolve voltar para a terra firme, se depara com a maior surpresa de sua vida.

Ficha Técnica
Texto: Paulo Rogério Lopes. Direção: André Capuano. Elenco: Elder Fraga e Joaz Campos. Direção musical e direção de manipulação: Joaz Campos. Cenário: O Grupo. Figurinos: Deborah Corrêa. Adereços e Bonecos: Claudio Cabrera.

___________________________________________

Peça infantil – O Buda e a Baleia

Com Cia Ópera na Mala
21 e 22 de julho, sábado e domingo, às 16 horas
Grátis. Local: Praça.
Classificação: Livre

Sinopse: Sérgio Serrano (da Cia Ópera na Mala) é Kisucosan - o homem da bicicleta, que traz seu kamishibai para contar esta tradicional história de sabedoria. Kamishibai é o teatro de papel japonês, tradição budista do séc. XII introduzida por monges chineses no Japão e que passou a fazer parte de sua cultura sendo utilizado até os dias de hoje, como ferramenta pedagógica nas escolas ou como entretenimento nas ruas.

Através desta técnica, Kisucosan apresenta a história O Buda e a Baleia, que fala sobre grandeza, tanto a física ou artística como a grandeza de caráter e espírito. De forma divertida, utilizando bonecos e o 25 cartazes animados de kamishibai, Kisucosan conta às aventuras da Grande Baleia Azul, figura vaidosa e arrogante que viaja ao encontro do Grande Buda de Bronze de Kamakura para confrontá-lo e ver quem é maior.
____________________________________________

Peça Infantil - Mundo Humanimal - Cia Circo da Silva
Dias 14 e 17 de julho, sábado e domingo, às 16h

Grátis. Local: Praça. Classificação: Livre
HumAnimal é uma proposta de diálogo com o universo do movimento e dos animais, pela via do corpo e da música. Bichos que se transformam e se recriam o tempo todo em cena, e que desvendam com humor a realidade e características de diferentes animais desse nosso planeta. O espetáculo Mundo HumAnimal une teatro físico e palhaçaria, a partir de uma pesquisa sobre o movimento e a convivência entre os bichos, numa proposta de espetáculo que dialoga com o público desde a primeira infância e com toda a família. Praça. Grátis.
____________________________________________

CINEMA

Exibição de filme – Os Pássaros

31 de julho, terça-feira, às 20 horas
Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência).
Local: Auditório (98 lugares).
Recomendação: 14 anos.

Jovem de São Francisco viaja até uma pequena cidade da costa da Califórnia onde começa a acontecer fatos estranhos: pássaros de todas as espécies passam a atacar a população, em número cada vez maior e com mais violência, deixando todos aterrorizados. Com: Tippi Hedren, Rod Taylor e Suzanne Pleshette. EUA, 1963, 119 min. Colorido. Suspense. Terror. Projeção Digital. Direção: Alfred Hitchcock

____________________________________________

Exibição de filme – O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes
17 de julho, terça-feira, às 16 horas
Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência).
Local: Auditório 3°andar (98 lugares).
Recomendação: Livre.

O Grilo Feliz segue compondo suas músicas, para alegria dos habitantes da floresta, e agora deseja gravar um CD. Porém a descoberta de fósseis de insetos gigantes faz com que ele se envolva em uma inesperada aventura, que o obriga a enfrentar um bando de perigosos louva-deuses comandados por Trambika. Vozes: Vagner Fagundes, Rafael Ribas e Marcelo Xepa. Brasil, 2009, 82 min. Colorido. Animação. Aventura. Projeção Digital. Direção: Walbercy Ribas e Rafael Ribas.

____________________________________________


Exibição de filme – Minha vida de Cachorro

17 de julho, terça-feira, às 20 horas
Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência).
Local: Auditório (98 lugares). Recomendação: 14 anos.

Com o agravamento da tuberculose da mãe, garoto é separado do irmão e enviado para aldeia do norte da Suécia. No início, ele sente dificuldades de se adaptar à nova vida e superar as saudades da mãe e do irmão. Com o tempo, acaba por viver experiências que o marcarão pelo resto da vida. Com: Anki Lidén, Anton Glanzelius e Arnold Alfredson. Suécia, 1985, 111 min. Colorido. Comédia. Drama. Projeção Digital. Direção: Lasse Hallström.
____________________________________________

Exibição de filme – 31 Minutos

24 de julho, terça-feira, às 16 horas

Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência). Local: Auditório 3°andar (98 lugares). Recomendação: Livre.



Juanín é o produtor do noticiário de fantoches 31 Minutos, e é também o último da espécie dos juanines. Obcecada com a ideia de completar sua coleção de animais estranhos, a milionária malvada Cachirula captura e aprisiona Juanín em seu castelo

Vozes: Márcio Garcia, Daniel de Oliveira e Mariana Ximenes. Brasil/Chile, 2012, 80 min. Colorido. Animação. Comédia. Projeção Digital. Direção: Alvaro Diaz, Pedro Peirano.



____________________________________________



Exibição de filme – A Incrível Jornada II

24 de julho, terça-feira, às 20 horas

Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência). Local: Auditório 3°andar (98 lugares). Recomendação: Livre.



A família Hunter deixa seus três animais de estimação, um gato e dois cachorros, sob os cuidados de seu vizinho John para que eles possam tirar férias. Porém, uma sucessão de equívocos faz com que os animais se percam, tendo que embarcar numa aventura para voltar ao lar. Com: Emile Genest, Sandra Mills Scott e Rex Allen. EUA/Canadá, 1963, 80 min. Colorido. Aventura. Projeção Digital. Direção: Fletcher Markle

____________________________________________



Exibição de filme – Gatos

31 de julho, terça-feira, às 20 horas

Grátis (Retirada de ingressos com uma hora de antecedência).

Local: Auditório (98 lugares). Recomendação: 12 anos.



Em Istambul os gatos domésticos perdidos da cidade vivem livres, mas têm relações com os moradores da região. Este filme segue um grupo de gatos com personalidades distintas. No entanto, a realidade da metrópole antiga está mudando e existem cada vez menos lugares para os gatos viverem na cidade turca. Turquia/EUA, 2017, 80 min. Colorido. Documentário. Projeção Digital. Direção: Ceyda Torun.

____________________________________________



LITERATURA


Oficinas para Crianças - Com Coletivo Olhares Impressos

7 a 28 de julho, sábados e domingos

Grátis (15 participantes por horário. 20 vagas por dia – 2 oficinas). Local: Área de Leitura. Recomendação: Livre.



Olhares Impressos é um coletivo internacional, itinerante e mutante de amigos e artistas. Coordenado por Carola Trimano, atua com atelier vivo, projetos diversos, mostras, ações e intervenções, workshops e oficinas em vários espaços, às vezes inusitados, e sempre amante da arte como elemento de transformação. Mantém ateliê na Rua Butantã, ao lado do Sesc Pinheiros. Integrantes: Carola Trimano, Ana Paula Minozzo, Guilherme Pena, Fabio Quaglio e Lorenzo Leon. (Haverá revezamento para que 3 deles estejam em cada oficina.)



Oficina - A Letra

7 de julho, sábado, das 11h às 13h

Exploração do universo da tipografia nesta oficina de Iluminura, técnica que foi muito utilizada na ilustração de livros e tipografia do período medieval. Na atividade, a tipografia é trabalhada a partir de um olhar contemporâneo com técnicas adaptadas pela artista Carola Trimano. Diversas referências serão disponibilizadas para consulta durante os encontros.

____________________________________________



Oficina – Estampe Sua Camiseta

8 e 9 de julho, domingo e feriado, das 11h às 13h

Cada participante poderá escolher entre matrizes de xilogravura já existentes e diversas cores para estampar sua própria camiseta com orientação dos artistas do Coletivo Olhares Impressos.

____________________________________________



Oficina – Animais de Poder

14 de julho, sábado, das 11h às 13h

Cada participante irá escolher um animal para representá-lo nesta oficina de Iluminura, técnica que foi muito utilizada na ilustração de livros e tipografia do período medieval. Na atividade, a Iluminura é trabalhada a partir de um olhar contemporâneo com técnicas adaptadas pela artista Carola Trimano.

____________________________________________



Oficina – Livrinho de Artista

15 de julho, domingo, das 11h às 13h

Construção de um livrinho a partir de técnicas de estamparia artesanal para escrita e ilustração com o Coletivo Olhares Impressos.

____________________________________________



Oficina – Cartas do Tarot

21 de julho, sábado, das 11h às 13h

Cada participante irá sortear ou escolher uma carta do tarot para representá-la nesta oficina de Iluminura, técnica que foi muito utilizada na ilustração de livros e tipografia do período medieval. Na atividade, a Iluminura é trabalhada a partir de um olhar contemporâneo com técnicas adaptadas pela artista Carola Trimano.

____________________________________________



Oficina – Estampe Seu Lambelambe

22 de julho, domingo, das 11h às 13h

Cada participante poderá escolher entre matrizes de xilogravura já existentes e diversas cores para estampar seu próprio cartaz de lambelambe com orientação dos artistas do Coletivo Olhares Impressos.

____________________________________________



Oficina - Talismã

28 de julho, sábado, das 11h às 13h

Cada participante irá escolher um símbolo e produzir seu próprio amuleto valendo-se da técnica da Iluminura, muito utilizada na ilustração de livros e tipografia do período medieval. Nesta atividade, a Iluminura é trabalhada a partir de um olhar contemporâneo com técnicas adaptadas pela artista Carola Trimano.

____________________________________________

Oficina – Stick Art
29 de julho, domingo, das 11h às 13h

Construção de um livrinho a partir de técnicas de stickers art e tipografia artesanal para escrita e ilustração com o Coletivo Olhares Impressos.

____________________________________________

ARTES VISUAIS E ARTES & TECNOLOGIAS


Oficina – Tecnologia-Arte-Biologia: Laboratório de Impressão 3D para Prótese Animal

Primeira turma: 10 e 12 de julho / Segunda turma: 17 e 19 de julho

Terças e quintas, das 19 às 22 horas

Grátis (40 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes (3°andar). Recomendação: 16 anos.



A oficina propõe um encontro entre arte, tecnologia e ciência, oferecendo um primeiro contato e demonstração de possibilidades da modelagem e impressão 3D com foco em prótese e recuperação anatômica de animais. Como um primeiro contato haverá demonstração e uma apresentação da máquina e das possibilidades da impressão 3D em diálogo com a biologia, trazendo uma conversa sobre a anatomia animal, fauna e biotecnologia.


Laure Stelmastchuk tem graduação em Farmácia (Universidade Presbiteriana Mackenzie) e mestrado em Biotecnologia (USP). Atualmente desenvolve sua pesquisa de doutorado no Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP - São Carlos) empregando impressão 3D e software/hardware livre para automação laboratorial. Jeniffer Novaes é bióloga formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, doutora em ciências pela Universidade de São Paulo. Atualmente trabalha no Zoológico Municipal de São Bernardo do Campo na área de bem estar animal e enriquecimento ambiental.

__________________________________________



Curso – Universo Fotolinha Borda “Híbridos” - Com Kelly Alonso Braga



17/07 a 14/08. Terças, das 19h às 22h
Local: Espaço Tecnologias e Artes (3º andar)
Grátis . A partir de 16 anos. Público alvo: interessados em geral, com ou sem experiência em bordado. Inscrições na Central de Atendimento a partir de 03/07


A proposta do curso é traçar um perfil através da união entre humanos e animais, utilizando como recursos artísticos a fotografia, o bordado, a pintura, a literatura e a mitologia. A partir destes elementos, pretende-se estabelecer relações entre imagens humanas atuais com os elementos mitológicos, abordando características animais que permanecem em todos nós, ao longo da história.


Kelly Alonso Braga é artista visual com formação em cinema. É pintora, ilustradora, escritora e bordadeira, criando o "Bordado em conservas", realizado em latas de atum e sardinhas recicladas. Criadora da Poupée Rouge Publicações Independentes na qual escreve e ilustra seus livros "Comprido", "Cachecol, o livro bordado", "Do amor nada se entende", "Saulo, o comedor de linguiças", "O Buraco" e "Fábrica de caixas". Além de livros, tem uma coletânea de zines, "Pegue seu zine e suma!!!", que falam do cotidiano sobre a perspectiva feminina.

__________________________________________



Oficina - Brincar com Mímica: Animais
Com Marcela Pupatto, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes
7 e 8 de julho, Sábado e domingo, das 14h às 17h
Espaço de Tecnologias e Artes (3º andar). Grátis. A partir de 10 anos. Inscrições no local com 30 minutos de antecedência



A oficina "Brincar com Mímica" proporciona às crianças uma experiência lúdico-criativa, através de jogos e exercícios teatrais relacionados à sonoridade e imagens dos animais presentes nas músicas do "Saltimbancos"; trabalhando conceitos específicos das linguagens e estimulando seu desenvolvimento artístico.
_________________________________________



Oficina – Bichos: Anatomia e Biologia Desenhada - Com Leandro Robles

8 a 22 de julho, domingos, das 11 às 13 horas

Grátis (20 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes 3°andar. Recomendação: A partir de 6 anos.



Nesta oficina, a partir de algumas referências fotográficas, vamos desenhar e pintar animais de diferentes espécies, usando guache sobre papel. Farei uma breve demonstração do uso da tinta, e depois os participantes desenharão os animais que preferirem. Será uma forma de o participante ter contato com a técnica de pintura, e ter que pensar em todas as diferenças de anatomia entre os animais. Na segunda hora da oficina, é colocado aos participantes um novo desafio, misturar dois ou mais animais no mesmo ser.



Leandro Robles, 39 anos, paulistano, é ilustrador e autor de quadrinhos. Dentre seus trabalhos, se destacam a Escola de Animais, publicada em tiras na Folhinha, e o Macaco Albino, ambos lançados em livro pela Balão Editorial. Teve dois curta-metragens de seu personagem exibidos no Festival Anima Mundi. Já participou de publicações como a Folhateen, revista INFO Exame, O Lance, e criou uma vinheta para o Plim-Plim, da TV Globo. É sócio do estúdio de ilustração e animação Pingado Sociedade Ilustrativa.
____________________________________

Oficina – Se Meu Animal Falasse – Quadrinhos - Com Leandro Robles
11 e 18 de julho, quartas-feiras, das 15 às 17 horas
Grátis (20 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes 3°andar . Recomendação: A partir de 6 anos.

A oficina propõe ao participante, em duas horas, criar um personagem e bolar uma tira em quadrinhos com o mesmo. Partindo de algumas imagens de animais como referência, se faz um desenho no qual são definidos os aspectos visuais de um personagem animal. Parte-se, então, para um exercício de imaginação, no qual o participante define o nome e aspectos da personalidade do seu bicho (do que mais gosta, sua maior qualidade, seu medo etc). Com este personagem recém-criado, é feita a pergunta aos participantes: Se meu animal falasse, o que ele diria? Pede-se ao participante que essa resposta gere uma situação cômica interessante, que dará origem a uma tira em quadrinhos.
____________________________________________

Oficina – Ateliê de Costura: Máscaras de animais em feltro
Com Marcela Pupatto, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes

11 e 18 de julho, quartas, das 19h às 22h
Local: Espaço de Tecnologias e Artes (3º andar). Recomendação: A partir de 10 anos. Inscrições no local com 30 minutos de antecedência. Grátis

Nesta oficina, pais e filhos são convidados a criar máscaras de animais em feltro, estimulando a criatividade e o aprendizado da costura manual. Não é necessário ter experiência com costura.

____________________________________________

Oficina – Objetos de Brincar – Laboratório de Criação: Bichos - Com João Pedro Canola

De 17 a 26 de julho, terças e quintas, das 14 às 18 horas
Grátis (80 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes. Recomendação: Livre
Os objetos de brincar podem e são, sem exageros, muito próximos dos objetos de arte contemporâneos. Ready mades, Livros de Artista, Mobiles, Instruções. Guardada a devida proporção, existem artistas que se encarregam de criar os mecanismos, os objetos, e os desdobramentos de suas obras. O mesmo ocorre com a brincadeira. Muitas vezes os brinquedos prontos são deixados de lado para, assim, a fruição da brincadeira acontecer com objetos de brincar produzidos pelas crianças, onde produzir já é parte fundamental do brincar.

O Laboratório de Criação é um movimento de aproximação intencional desses dois lugares. É um ateliê coletivo para a produção de brinquedos/obras que, a partir de um estímulo comum, podem ter desdobramentos múltiplos, tanto na fruição como na brincadeira. Para tanto, e como ponto de partida, alguns clássicos das artes e das brincadeiras serão o ponto inicial do nosso processo de criação para depois trazer a proposta dos Bichos, de Lygia Clark, como um início para construção do seu próprio bicho e do seu próprio brinquedo. Diferente de uma oficina com início meio e fim bem definidos, a experiência na criação em ateliê pede um ambiente fluido onde os participantes podem se aproximar e se distanciar da feitura dos objetos à medida que isso lhes for conveniente

João Pedro Canola é Artista Educador, Professor e Mestre em Artes. Há mais de oito anos, vem desenvolvendo projetos com caráter de ateliê aberto, seja em educativos de exposições, oficinas livres, aulas da rede formal de ensino e projetos públicos de formação em artes. Possui duzentos e vinte e sete projetos de instrumentos musicais na cabeça, mas até hoje só construiu dezoito.
____________________________________________

Oficina – Ateliê de Costura: Máscaras de Animais em Feltro

Com Marcela Pupatto, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes
Dias 11 e 18 de julho, quartas, das 19 às 22 horas
Grátis (10 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes. Recomendação: A partir de 10 anos

Nesta oficina, pais e filhos são convidados a criarem máscaras de animais em feltro, estimulando a criatividade e o aprendizado da costura manual. Não é necessário ter experiência com costura.

____________________________________________



Oficina – Animais de Poder

Com Priscila Quedas, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes

Dia 21 de julho, sábado, das 15 às 17 horas

Grátis (10 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes. Recomendação: A partir de 10 anos.



A oficina trará o conceito do animal de poder, propondo depois uma produção artística com técnicas variadas.

____________________________________________



Oficina – Fábulas de Esopo

Com Fábia Branco, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes

Dia 14 e 15 de julho, sábado e domigo, das 14 às 17 horas

Grátis (10 pessoas). Local: Espaço Tecnologia e Artes 3°andar. Recomendação: A partir de 10 anos



Ateliê aberto de colagem com revistas, jornais e outros matérias a partir de conversas sobre as fábulas de Esopo e seus personagens animais.

____________________________________________



Oficina – A Arte e os Bichos

Coordenação de Walkiria Barone

Dias 9 a 13 de julho. Dia 9, segunda, das 11h às 13h e das 14 às 16 horas. De 10 a 13, terça a sexta, das 14 às 16 horas

Grátis (20 vagas. Retirada de senhas no local com 30 minutos de antecedência). Local: Sala de Oficinas no 2º Andar. Recomendação: Livre



Oficina que, a partir de um livrinho, trabalha o tema dos bichos com crianças por meio de duas técnicas: desenho e modelagem.



Walkiria Barone é artista plástica, formada pela FAAP. Trabalha com arte e educação de crianças. Tem um trabalho constante de pintura e pesquisa de novos suportes. Coordena projetos inovadores na Escola de Artes para crianças A Casa Imaginária. Desenvolveu a linha de produtos Bichos Lúdicos para o Sesc São Paulo.

____________________________________________



Animais inventados e suas histórias
Com Priscila Quedas, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes

10 e 12 de julho, às 14h
Espaço de Tecnologias e Artes (3º andar)
Grátis. Inscrições no local com 30 minutos de antecedência

Através de técnicas mistas e materiais diversos como: madeira, papel, lego, tecido e outras matérias, a oficina incentiva a criação e desenvolvimento de múltiplas histórias e narrativas.
____________________________________________

Curso – Macrofotografia – Realidade Além dos Olhos
Com Marcela Pupatto, educadora do Espaço de Tecnologias e Artes
De 24 a 27 de julho, terça a sexta, das 14 às 17 horas
Preços: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 9,00 (credencial plena do Sesc: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes) . Local: Sala de Oficinas no 2º Andar. Recomendação: Não Recomendado Para Menores de 18 Anos

O objetivo do curso é transmitir os conhecimentos dos fotógrafos em fotos de natureza e proporcionar aos interessados uma vivência prática com as técnicas e os equipamentos da macrofotografia. A ênfase da proposta é despertar a busca estética por parte de cada fotógrafo, estimulando cada qual a encontrar seu caminho, e a apontar novas direções.

Cronograma dos módulos 1, 2, 3 e 4 (carga horária de 12 horas, sendo 3 horas por dia): Proporcionarão simulações de ambientes naturais que têm como utilidade criar no aluno familiaridade com as situações que ele encontrará em campo, quando estiver capturando imagens da microfauna, da microflora e de detalhes que não podem ser observados pelo olho humano. Disponibilizarão equipamentos para que os alunos façam suas próprias experimentações com toda a liberdade e incentivo de nossa parte à criatividade; nosso papel será, além de incentivar, supervisionar e orientar.

Renato França cursou artes plásticas na FAAP, em São Paulo, e Academia Albertina di Belle Arti em Turim, Itália. Trabalhou como artista gráfico em diversas revistas da Editora Abril e Editora 3. Foi fundador e diretor de arte da Eletromídia, empresa de painéis eletrônicos outdoor. É Sócio Fundador da Finish House Espaço Digital. Atualmente, tem uma produtora de Cine vídeo fotos.

Ernani Oliveira cursou Fotografia e Publicidade no Colégio Técnico Flamingo em São Paulo. É diretor de fotografia e fotógrafo publicitário. Trabalhou durante anos em diversos estúdios de fotografia de São Paulo, desenvolvendo uma linguagem jovem nas áreas fotográficas de moda, still-life, publicidade e arquitetura. Migrou há alguns anos para direção fotográfica de vídeos e filmes, tendo um olhar novo e treinado, sintonizado com as novas tecnologias. Hoje trabalha com várias produtoras do mercado, participando de todas as etapas do processo em parceria com o diretor − criação, decupagem do roteiro, produção, captação e finalização − planejando toda a estrutura de imagem do filme. Valoriza a pureza da fotografia.

____________________________________________

Oficina – Banquetinhas de Pintar – Colorindo - Com Ju Amora
Dias 17 e 18 de julho, terça e quarta, das 14 às 16 horas
Grátis (10 vagas. Retirada de senhas no local com 30 minutos de antecedência). Local: Sala de Oficinas no 2º Andar. Recomendação: 2 a 6 anos.

Com intuito de promover a criatividade e a interação, a oficina de banquetinhas, propõe em uma atividade lúdica e valorização do trabalho manual. Cada criança cria e leva sua própria banquetinha pra casa. A atividade propõe que cada criança solte sua imaginação, sendo guiada a apreciação e transformação das cores, estimulando a concentração, a interação com as outras crianças e familiares que venham a participar, também a percepção das cores e formas, coordenação motora e criatividade. Temáticas abordadas: cores primárias, cores secundárias, cor do quê?, transformando as cores, composição e arte livre.

Ju Amorinha surge como braço infantil da marca Ju Amora. Que são banquetas feitas em madeira ecológica pintadas à mão, com tiragem limitada e artes exclusivas criadas pela artista a frente do projeto. Ju Amorim (Ju Amora) 32 anos, paulistana. Atriz e artista empreendedora. Tráz a proposta de ressignificação de um objeto utilitário, rompendo com a massificação das coisas e propondo um mobiliário afetivo. Para o Ju Amorinha uma das frentes principais são as oficinas "banquetinhas de pintar" que propõe uma atividade lúdica com desenvolvimento das ações motoras e criatividade, valorizando o fazer manual. As oficinas já aconteceram no Museu da Casa Brasileira, Pinacoteca, Unibes cultural entre outros.

____________________________________________

Oficina – Banquetinhas de Pintar – Para Contar Histórias - Com Ju Amora
Dias 19 e 20 de julho, quinta e sexta, das 14 às 16 horas
Grátis (10 vagas. Retirada de senhas no local com 30 minutos de antecedência). Local: Sala de Oficinas no 2º Andar.
Recomendação: 7 a 12 anos.

Com intuito de promover a criatividade e a interação, a oficina de banquetinhas, propõe em uma atividade lúdica e valorização do trabalho manual. Cada criança cria e leva sua própria banquetinha pra casa. A atividade propõe que cada criança solte sua imaginação, sendo guiada a apreciação e transformação das cores, estimulando a concentração, a interação com as outras crianças e familiares que venham a participar, também a percepção das cores e formas, coordenação motora e criatividade.

Processos abordados: a partir da escolha de um tema, orientação para desenvolver uma história e a arte a partir de elementos extraídos dela; composição de cores; cores primárias; e cores secundárias.
____________________________________________

Espaço de Brincar – Musicalização Para Bebês - Com Ju Amora
Dias 19 e 20 de julho, quinta e sexta, das 11 às 12 horas e das 15 às 16 horas
Grátis (20 vagas). Local: Sala de Múltiplo Uso (3°andar). Recomendação: Crianças de 6 meses a 3 anos.

Bichos também cantam e tocam! Venham participar da vivência de musicalização e descobrir quantos sons podem surgir deles. A Vivência Musical desenvolve nos participantes a sensibilidade musical, concentração, coordenação motora, sociabilização, acuidade auditiva, entre outras coisas que contribuem para a formação do indivíduo. Os participantes entrarão em contato com diversos instrumentos, sons, ritmos e músicas.

Nas idades mais tenras, o contato com a música contribui para o desenvolvimento cognitivo, criativo, motor e social da criança. O objetivo primordial das vivências de musicalização para bebês é trazer o mundo da música para a vivência familiar com experiências do fazer, ouvir e interagir musical e social.

Com Cadê Bebê. O Cadê é um espaço de educação, acolhimento e convivência, através do brincar livre e de cursos dirigidos, para crianças e bebês de 0 a 6 anos e suas famílias. Uma equipe múltipla de saberes e braços para formar um olhar único e um trabalho especializado para a Primeira Infância.
____________________________________________

Crianças – De Trilobitas a Dinossauros: Oficina de Construção de Fósseis
Dia 11 de julho, quarta-feira, das 16 às 18 horas
Grátis (20 vagas. Inscrições na central de atendimento). Local: Sala de Oficinas do 2º Andar. Recomendação: De 7 as 12 anos.

Fósseis - do latim, "extraídos da terra" - são restos de seres vivos preservados na rocha. Podem ser plantas, insetos, vermes, conchas, peixes, aves, répteis, mamíferos ou qualquer outro ser vivo que já viveu na Terra. Eles, os fósseis, nos ajudam a entender a idade da Terra: desde as primeiras bactérias, há cerca de 500 milhões de anos atrás, passando pelos trilobitas, dinossauros até chegar nos mamíferos.

As oficinas práticas de construção de fósseis tem duração prevista de 2 horas. Dividem-se em 3 momentos, com duração estimada, porém maleável:

1. Apresentação do tema por meio de palestra e exibição de imagens (aprox. 20 min.); 2. Explanação e confecção dos moldes de gesso (aprox. 1 hora); 3. Finalização e acabamentos das peças. (aprox. 40 min.).

Ao fim da oficina, cada participante terá o seu fóssil (do animal escolhido) construído em gesso e pintado à mão, aproximando-se, assim, do universo dos animais “pré-históricos” e da importância de suas pesquisas e registros.

André Stern é geólogo, doutorando em geologia sedimentar e ambiental (USP). Há mais de 20 anos atua com educação ambiental. Ederon Marques é formado em História (USP) e Conservação e Restauração de Obras de Arte (ITR/SP). Pesquisador nas áreas de Arquivologia e Museologia, atualmente desenvolve estudos sobre Arqueologia Social Inclusiva. Ambos são sócios da Araribá Turismo & Cultura (www.arariba.com), onde desenvolvem projetos de estudos do meio para instituições de ensino, escolas e universidades, do Brasil e exterior.
____________________________________________

Crianças – Pequenos Zooarqueólogos: Em Busca de Vestígios Animais
Dias 12 e 13 de julho, quinta e sexta-feira, das 11h às 13h e das 16h às 18h
Turma 1: Quinta e sexta, das 11 às 13 horas
Turma 2: Quinta e sexta, das 16 às 18 horas
Grátis (20 vagas. Inscrições na central de atendimento). Local: Sala de Oficinas do 2º Andar. Recomendação: De 7 as 12 anos.

Abarcando vários conhecimentos, a Arqueologia nos aproxima de ciências como Geografia, Geologia e Biologia. Da Geografia, para entender a relação das sociedades do passado com seus ambientes e territórios; da Geologia para interpretar as mudanças ocorridas na época em que os ambientes eram diferentes e explicar corretamente os achados arqueológicos; da Biologia para compreender o vínculo dos nossos antepassados com os animais e plantas.

Dessa relação com a Biologia surgiu a Zooarqueologia, ciência que tem como objeto de estudo os restos faunísticos encontrados em sítios arqueológicos.

Nessa oficina, os participantes farão escavações arqueológicas, retomando – a partir delas – as relações entre homens e animais em outras épocas.

Além disso, a oficina irá apresentar para as crianças o que é Arqueologia (e Zooarqueologia), como é feito o trabalho do arqueólogo, sua importância na preservação da memória coletiva e do país, bem como do patrimônio sociocultural e ambiental. Serão discutidos também conceitos como cultura material, imaterial, modos de vida dos povos pré-históricos e seu contraponto com os modos de vida do presente.

A oficina será composta por dois encontros de 2h cada.

Encontro 1: Apresentação do tema por meio de bate-papo e exibição de imagens, introdução às técnicas de escavação e resgate de material arqueológico. Atividade prática com réplicas em sítio simulado (tanques ou pranchas com areias/quadrantes de escavação).

Encontro 2: Retomada dos trabalhos de escavação e introdução à técnicas de registro, conservação e restauro. Atividade prática com réplicas em sítio simulado.

Solange Helena Vicentini é formada em História (USP) e Arqueóloga (UNISA). Educadora, atua em Educação Patrimonial e Projetos Arqueológicos desde 2010. Ederon Marques é formado em História (USP) e Conservação e Restauração de Obras de Arte (ITR/SP). Pesquisador nas áreas de Arquivologia e Museologia, atualmente desenvolve estudos sobre Arqueologia Social Inclusiva.
___________________________________________

Crianças – O Boi da Cultura Popular
Dias 28 e 29 de julho, sábado e domingo
Grátis. Local: Praça. Recomendação: Livre.

Oficina Construção e Brincadeira com a Cauda do Boi
Sábado e Domingo, 12h às 13 horas

A cultura da popular é repleta de representações, máscaras, objetos simbólicos que tornam as manifestações ricas fontes de conexão com a natureza e a nossa história. A partir da construção de brinquedos presentes na cultura tradicional infantil brasileira estudamos suas formas e mecanismos por meio das brincadeiras que os tornam objetos vivos.

Nesta atividade construiremos a cauda do Boi. A cabeça é levada pronta, e o corpo morto, pálido, precisa da ajuda das crianças e acompanhantes para que volte à vida: colorindo com giz, colagens, purpurina, e dançando com ele ao final, o público ressuscita o Boi e aprende uma das narrativas mitológicas mais presentes no universo popular brasileiro. A brincadeira é acompanhada de música acústica tocada pelas brincantes! Atividade com três arte-educadores.

Intervenção Artística: Brincadeiras Cantadas e Dançadas – O Boi
Sábado e Domingo, 16 às 17 horas

Um mergulho no universo das cantigas e brincadeiras da cultura popular. Nesta oficina, as educadoras utilizam música e dança para desenvolver ritmo e a integração do grupo. Por meio de uma narrativa brasileira, neste caso envolvendo a mitologia do Boi, as crianças experimentam símbolos e toques populares, entrando em contato com o rico universo cultural do país.

O Instituto Brincante é um espaço de conhecimento, assimilação e recriação das inúmeras manifestações artísticas do país, que celebra a riqueza da cultura nacional e a importância da sua diversidade. Tem como foco a pesquisa e reelaboração da cultura brasileira. Novos valores, novas maneiras de construir saberes e proporcionar ao indivíduo outro modo de pensar as relações na sociedade contemporânea.

____________________________________________

Acessibilidade – Cão-guia e Acessibilidade: Sensibilização para Crianças e Adultos
De 7 a 14 de julho, sábados das 14 às 16 horas
Grátis. Local: Sala de Múltiplo Uso (3°andar). Recomendação: Livre.

Não é necessário termos um animal de estimação para sabermos alguns benefícios que eles podem nos trazer. Prova disso são as terapias assistidas por animais em asilos e hospitais e pet day nas empresas. Em relação aos cães-guias são animais especialmente treinados para ser a visão da pessoa com deficiência visual. Esses “animais” apresentam grande disciplina e concentração quando estão a trabalho, além de docilidade com todas as pessoas.

A vivência buscará promover reflexões sobre a relação entre seres humanos e animais, inclusão e acessibilidade da pessoa com deficiência visual, promovendo um diálogo sobre a relação entre pessoas e animais, especificamente entre pessoas com deficiência visual e cão-guia.

Utilizando-se de recursos multimídia acessíveis com audiodescrição, atividades práticas e linguagem simples, o fator humano é destaque nas palestras e oficinas ministradas pelo sociólogo, jornalista, radialista e gestor em inclusão, acessibilidade e diversidade humana, Beto Pereira. Por conta de sua deficiência visual, se apresenta em companhia de seu cão-Guia, um labrador que o acompanha por todo o Brasil e exterior e que juntamente com o palestrante, protagoniza diversas matérias em emissoras de TVS e rádios, além de Jornais, revistas e outros veículos de comunicação.

Clóvis Alberto Pereira (Beto Pereira) é graduado como usuário de Cães-Guia - Leader Dogs For The Blind (Michigan - EUA) (2006 e 2013) e graduado em ciências sociais (Universidade Metodista de São Paulo). Atualmente é assessor de Acessibilidade e Inclusão da Laramara (Associação Brasileira de Assistência a Pessoa com Deficiência Visual); vice-presidente da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB); membro titular da presidência ampliada do Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência (CONADE); integrante do Conselho Diretivo do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) e gestor de projetos de acessibilidade, captação de recursos, elaboração de pesquisas e adaptação de recursos para pessoas cegas, com baixa visão e com múltiplas deficiências e capacitação de pessoas.
____________________________________________

Ação Para Cidadania – Animais: Abandono, Resgate, Adoção
Dia 22 de julho, das 15 às 17 horas
Grátis. Local: Sala de Oficinas do 2º Andar. Recomendação: Livre.

O abandono de animais é, hoje, um dos grandes problemas públicos dos principais centros urbanos do país. Descartados por seus donos, cães, gatos e outros animais domésticos nem sempre contam com a sorte de encontrarem cuidados ou um novo lar. Para fazer frente ao problema em paralelo às ações do Estado, milhares de organizações e de indivíduos têm se dedicado à causa, resgatando, acolhendo e criando novas possibilidades para esses bichos.

A fim de abordar tal tema, o bate-papo “Abandono, resgate e adoção” convidará duas especialistas no assunto, engajadas com a causa e ligadas a organizações da sociedade civil. Na atividade, também, serão postas em conversa questões práticas que esclareçam algumas das principais dúvidas do público. “Resgatei um animal, e agora?”, “para onde encaminhá-lo?”, “quais cuidados tomar?”, “quais as políticas públicas que dão – ou não – conta desses desafios?”, “onde e como denunciar maus tratos?”, “o que têm feito as organizações e associações da sociedade civil?”, “quais os usos e potencias da internet?”, entre vários outros assuntos.

Com Perla Poltronieri e Ana Gabriela de Toledo. Perla Poltronieri é fundadora da ONG Catland, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a guarda animal responsável, colaborar com o controle populacional dos gatos de rua, diminuir o abandono e encontrar lares responsáveis para o maior número possível deles (http://www.catland.org.br). Ana Gabriela de Toledo é fundadora do PEA – Projeto Esperança Animal, uma Entidade Ambiental, qualificada como OSCIP, que tem o objetivo de propiciar harmonia entre os seres humanos e o planeta (http://www.pea.org.br)
____________________________________________

Meio Ambiente e Sutentabilidade – Animais Mitológicos
Dia 20 de julho, das 19h30 às 21h30
Grátis. Local: Sala de Oficinas do 2º Andar. Recomendação: Livre.

Os animais, sejam domésticos, selvagens, reais ou lendários, sempre estiveram presentes no escopo mitológico de diversos povos, como os egípcios antigos, os gregos clássicos, incas, iorubás, ianomâmis, etc. Para dar um panorama dessa presença animal no substrato mitológico das mais diversas mitologias trazemos o Prof Walter Gil, historiador, arte-educador, especialista em mitologia.

____________________________________________

Meio Ambiente e Sustentabilidade – Como Atrair Aves para os Jardins, Sacadas e Janelas
Dia 21 de julho, das 15 às 17 horas
Grátis. Local: Sala de Múltiplo Uso – 3º Andar. Recomendação: Livre.

Neste encontro serão abordados os principais motivos para se atrair aves, tornando nossa residência atrativa para elas. A prática da atração de aves no Brasil e no mundo. Plantio de vegetais atrativos para aves. Oferta de grãos, frutas e água. Cuidados para evitar proliferação de mosquitos. Lugares para nidificação. Equipamentos para atração de aves. Problemas que podem ocorrer e como evitá-los. Como evitar a atração de pombos domésticos e outros animais sinantrópicos. Como evitar colisões de aves em vidraças. Importância da atração de aves para as populações de aves das cidades. Limites da atração de aves: respeitar a natureza selvagem das aves.

Com Luiz Fernando de Andrade Figueiredo, Médico, formado pela UFMG, com especialização em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP, membro do Centro de Estudos Ornitológicos – ceo.org.br.
_________________________________________

Meio Ambiente e Sutentabilidade – Xamanismo, a Religião dos Animais
Dia 25 de julho, das 19h30 às 21h30
Grátis. Local: Múltiplo Uso (3°andar). Recomendação: Livre.

O xamanismo foi estudado inicialmente em povos siberianos da Ásia setentrional, porém em tribos indígenas de todo o mundo a essência dessas manifestações são semelhantes, com base na observação dos sinais da natureza e na intervenção de um xamã. Apesar de o verdadeiro xamanismo ter sido desenvolvido entre diversos povos da Sibéria e Ásia Central, é sabido que na América, no Sudeste da Ásia e na Oceania existem práticas religiosas intimamente ligadas com ele.

Os animais têm uma grande relevância no mundo do xamanismo, pois de acordo com essa prática, um indivíduo pode descobrir o animal guardião que existe no interior de cada um. Esse animal guardião pode também ser conhecido como animal de poder, aliado, totem ou espírito protetor. Com Prof Walter Gil, historiador, arte-educador, especialista em mitologia.
____________________________________________

Meio Ambiente e Sustentabilidade – Criando Abelhas sem Ferrão
Dia 28 de julho, das 15 às 17 horas
Grátis (40 vagas). Local: Sala de Múltiplo Uso (3°andar). Recomendação: Livre.

As abelhas, importantíssimas para a produção de alimentos, têm formas variadas. Aquela que aparece quando tomamos refrigerante não é a única espécie que existe por aqui. Aliás, nossas abelhas nativas são menores e sem ferrão. Além de descobrir como elas vivem e qual é sua importância ecológica, conheça aspectos gerais das abelhas e de suas características. Com equipe da ONG SOS Abelhas sem Ferrão, entidade que tem como missão primordial resgatar as mais de 300 espécies abelhas nativas sem ferrão do seu pior inimigo: o desconhecimento! Desde a sua fundação o princípio da ONG é disseminar ao máximo de pessoas a existência desses pequenos seres e que estão sofrendo declínio em sua população.
____________________________________________

JUVENTUDES VEGANAS

Em três sábados durante o mês de julho, diferentes atividades aproximarão o público de práticas e discursos veganos, discutindo a relação ética com o reino animal por meio de fazeres sustentáveis.

Veganismo – Primeiros Passos

Dia 14 de julho, sábado, das 14h30 às 17h30
Local: Sala de Oficinas (2°andar)
Serão apresentados para o público, de forma descontraída, diversos produtos e práticas veganas (abordando também listas de itens e produtos nacionais que substituem alimentos tradicionalmente conhecidos como de origem animal), trazendo à tona questões sobre meio-ambiente e redução na produção de lixo e poluentes, com alternativas sustentáveis e éticas para todos.

Andréa Machado é formada em Letras e Publicidade. Fundou com alguns amigos o Onda Vegana, um coletivo de educação ambiental e ativismo pelos direitos animais na Baixada Santista. Mantém há 10 anos o blog Brazil Nut, uma espécie de diário de ativismo e livro de receitas. Andressa Gama, vegana desde 2013, organizadora do Caiçara Vegan Fest em Santos e reponsável pela empresa Menina Verde.
____________________________________________

Serigrafia e Ativismo Vegano
Dia 21 de julho, sábado, das 14h30 às 17h30
Local: Sala de Oficinas (2°andar)

Na oficina, os participantes poderão serigrafar suas próprias camisetas e ecobags, com dicas e passo a passo apostilado, conversando durante todo o processo sobre ativismo vegano. Técnicas a serem apresentadas: apresentação dos tipos de fotolitos, escolha do nylon, conhecimento sobre emulsões fotográficas, gravação da matriz, estudo de cores, combinações e acabamentos.

Edjecson (Edi) da Silva Prates tem 36 anos, trabalha com Serigrafia desde 2007 e vegano desde 2005. Responsável pelo projeto Ateliê Silk Attack e pela empresa Veggie Mug Stuffs. Andressa Gama, vegana desde 2013, organizadora do Caiçara Vegan Fest em Santos e responsável pela empresa Menina Verde.
____________________________________________

Oficina de Produtor de Higiene Pessoal e Cosméticos Veganos

Dia 28 de julho, sábado, das 14h30 às 17h30
Local: Sala de Oficinas (2°andar)

A oficina irá ensinar de forma simples e divertida como produzir cosméticos e produtos de higiene com produtos conhecidos, além de explicar os benefícios para a saúde e meio ambiente em fabricar os mesmos, não gerando resíduo e não comprando produtos que podem ser testados em animais.

Emília Barboza, vegana, fitoaromaterapeuta, sócia-proprietária, artesã e saboeira do Daqui di Casa Ateliê, pesquisadora de um estilo de vida natural e consciente Claudia Maria, oficialmente vegana há 14 anos, terapeuta holística, mãe, sócia-proprietária, artesã e saboeira do Daqui di Casa Ateliê, pesquisadora de um estilo de vida natural, consciente e saudável.
____________________________________________

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 21h30; Sábado, das 10h às 21h30; domingo e feriado, das 10h às 18h30.

Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 18 (não credenciados).
Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m






DE OLHO NA CENA ® 2015 - Todos os Direitos Reservados
. . . . . . . . . . . .

DE OLHO NA CENA BY NANDA ROVERE - TUDO SOBRE TEATRO, CINEMA, SHOWS E EVENTOS Sou historiadora e jornalista, apaixonada por nossa cultura, especialmente pelo teatro.Na minha opinião, a arte pode melhorar, e muito, o mundo em que vivemos e muitos artistas trabalham com esse objetivo. de olho na cena, nanda rovere, chananda rovere, estreias de teatro são Paulo, estreias de teatro sp, criticas sobre teatro, criticas sobre teatro adulto, criticas sobre teatro infantil, estreias de teatro infantil sp, teatro em sp, teatros em sp, cultura sp, o que fazer em são Paulo, conhecendo o teatro, matérias sobre teatro, teatro adulto, teatro infantil, shows em sp, eventos em sp, teatros em cartaz em sp, teatros em cartaz na capital, teatros em cartaz, teatros em são Paulo, teatro zona sul sp, teatro zona leste sp, teatro zona oeste sp, nanda roveri,

CRISOFT - Criação de Sites ® 2005
HOME PAGE | QUEM SOU | TEATRO ADULTO | TEATRO INFANTIL | MULTICULTURAL | CONTATO
CRÍTICAS OPINIÕES CINEMA
MATÉRIAS MATÉRIAS SHOWS
ESTREIAS ESTREIAS EVENTOS