Eventos: Teatro de Contêiner Mungunzá faz mostra com espetáculos do diretor Luiz Fernando Marques
A mostra, acontece no espaço da cia Mungunzá, que terá programação com 10 espetáculos do diretor Luiz Fernando Marques (Lubi),do Grupo XIX.

Para o diretor Luiz Fernando Marques, o Lubi, a mostra é uma oportunidade de apresentar, mais uma vez, suas obras ao público. “Entre os 10 espetáculos que estão na mostra existe uma variedade imensa de linguagens e por isso vamos explorar todo o espaço do Teatro de Contêiner Mungunzá. A relação palco-plateia será diferente para cada uma das peças”, explica ele.

Lubi também destaca a vontade de fazer parte da programação do Teatro de Contêiner Mungunzá. “Grande parte das montagens que dirijo acabam entrando em repertório dos grupos e ficam bastante tempo em cartaz, mas acho muito bom poder apresentá-las nesse novo espaço da cidade, além do desejo de estar junto nesse projeto incrível”, conta o diretor.

Programação
Aquilo que o Meu Olhar Guardou Para Você, do grupo pernambucano Magiluth, que abre a mostra. Com apresentações dias 9, 10 e 11 de maio. A peça é uma fábula sobre o comportamento do homem contemporâneo.
Flores Amarelas, da Cia das Flores, fica em cartaz nos dias 12, 13 e 14 de maio. Fala da relação entre a mãe e seu filho trans, através de poesia e elementos populares.
Hysteria, do Grupo XIX, faz apresentações dias 13, 14, 20 e 21 de maio. Ambientada no século XIX, a peça conta a história de cinco mulheres internadas no hospício Carioca Pedro II (Praia Vermelha).
De 16 a 19 de maio, de terça a sexta-feira, Experimento Espelho, do Núcleo Instável, será encenada. Um conto de machado de Assis é encontrado em meio à bagunça de um quarto.
Sombrio Gêmeas, da Cia Pinanbeta, com apresentações dias 22 e 23 de maio, segunda e terça-feira, e conta a história de uma garota e sua irmã.

Dias Raros, do Teatro da Travessia e Na Granja, da Amarelo Cia de Teatro ,dias 24 e 25 de maio, é baseada em contos do livro Volume do Silêncio, de João Anzanello Carrascoza, que retrata relacionamentos familiares.
De 26 a 29 de maio, o momento do fim e a arte de dizer adeus são abordados em Tudo Aquilo que eu fiz para te Dizer Adeus, da Cia Depois do Fim.
Parceria da Cia Mungunzá de Teatro e o diretor Luiz Fernando Marques, Poema Suspenso para uma Cidade em Queda faz apresentações nos dias 2, 3, 4, 9, 10 e 11 de junho. Destaque para a encenação, que acontece em um andaime de cinco metros de altura.
Por fim, Desmesura, do Teatro Kunyn, tem apresentações dias 16, 17 e 18 de junho. A peça é inspirada livremente na vida do dramaturgo argentino Raul Taborda Damonte, o Copi. Numa mistura entre realidade e ficção, o texto fala de soropositividade e transexualidade.
O evento é intitulado Teatro de Contêiner Convida Lubi, como é conhecido o diretor
Serviço:
TEATRO DE CONTÊINER CONVIDA LUBI – De 9 de maio a 18 de junho no Teatro de Contêiner Mungunzá. Mostra de 10 espetáculos com direção de Luiz Fernando Marques. Ingressos – R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 5,00 (moradores da região). Vendas antecipadas pelo site www.ciamungunza.com.br.
Aquilo que o Meu Olhar Guardou Para Você – Dias 9, 10 e 11 de maio, terça a quinta-feira, às 20 horas. Duração – 80 minutos. Recomendado para maiores de 18 anos. Capacidade – 99 lugares. Direção – Grupo Magiluth e Luiz Fernando Marques. Dramaturgia – Giordano Castro. Elenco – Erivaldo Oliveira, Giordano Castro, Mário Sergio Cabral, Pedro Wagner, Lucas Torres. Stand-in – Bruno Parmera. Luz – Pedro Vilela. Figurinos – Thaysa Zooby. Produção – Grupo Magiluth.
Flores Amarelas – Dias 12, 13 e 14 de maio, sexta-feira a domingo, às 20 horas. Duração – 60 minutos. Recomendado para maiores de 10 anos. Capacidade – 99 lugares. Dramaturgia e Direção – Claudia Jordão. Elenco – Alef Barros, Alessandra Moreira, Fran Rocha, Josy Santana, Lucas Vedovoto e Osni Rossi. Direção Musical – Bruno Cordeiro. Preparação Vocal – Bruno Cordeiro e Filipe Baltha. Composição Musical – Alef Barros. Arranjos – Fran Rocha. Figurino – Josy Santana. Cenário – Mauro Martorelli. Concepção e Operação de Luz – Claudia Jordão. Maquiagem e Cabelo – Cia do Flores. Orientação de Processo – Luiz Fernando Marques. Produção – Cia do Flores.
Hysteria – Dias 13, 14, 20 e 21 de maio, sábado e domingo, às 15 horas. Duração – 70 minutos. Recomendado para maiores de 14 anos. Capacidade – 99 lugares. Criação, Pesquisa de Texto e Figurinos – Grupo XIX de Teatro. Direção – Luiz Fernando Marques. Elenco – Evelyn Klein, Mara Helleno, Janaina Leite, Juliana Sanches e Tatiana Caltabiano.
Experimento Espelho – Dias 16, 17, 18 e 19 de maio, terça a sexta-feira, às 20 horas. Duração – 70 minutos. Recomendado para maiores de 14 anos. Capacidade – 99 lugares. Texto – André Zurawski, Marcelo Moraes e Thomas Huszar sobre conto de Machado de Assis. Concepção e Direção – André Zurawski, Marcelo Moraes e Thomas Huszar. Orientação – Luiz Fernando Marques. Elenco – André Zurawski, Marcelo Moraes e Thomas Huszar. Cenografia e Direção de Arte – Nina Farkas e Paola Ornaghi. Arte Gráfica – Nina Farkas. Fotos – Cacá Meirelles.
Sombrio Gêmeas – Dias 22 e 23 de maio, segunda e terça-feira, às 20 horas. Duração – 50 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos. Capacidade – 40 lugares. Orientação – Luiz Fernando Marques.Dramaturgia – Alessandro Toller. Elenco – Fernanda Stein e Roberta Stein.
Dias Raros – Dias 24 e 25 de maio, quarta e quinta-feira, às 20 horas. Duração – 60 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Capacidade – 99 lugares. Texto –
João Anzanello Carrascoza. Adaptação e Criação – Teatro da Travessia. Direção –
Luiz Fernando Marques. Elenco – Francisco Wagner, Heidi Monezzi, Paulo Arcuri e Roberta Stein. Cenário, Figurinos e Adereços – Teatro da Travessia e Vivianne Kiritani. Iluminação – Teatro da Travessia. Produçã – Teatro da Travessia.
Na Granja – Dias 24 e 25 de maio, quarta e quinta-feira, às 21 horas. Duração – 60 minutos. Recomendado para maiores de 10 anos. Capacidade – 99 lugares. Criação – Cadu Garcia e Edson Thiago. Orientação – Luiz Fernando Marques. Iluminação – Rafael Souza Lopes. Trilha Sonora Original – Mauricio Germano. Preparação de Ator – Carina Prestupa. Preparação em Técnicas Circenses – Osvaldo Hortencio. Arte Gráfica – Angela Ribeiro.
Tudo Aquilo que eu fiz para te Dizer Adeus – Dias 26, 27, 28 e 29 de maio, sexta a segunda-feira, às 20 horas. Duração – 90 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Capacidade – 99 lugares. Direção – Luiz Fernando Marques e Thiago Antunes. Criação Musical – Fabricio Zavanella e Cia Depois do Fim. Elenco – Binho Cidral, Filipe Ramos, Natalia Nery, Leonardo Henrique, Rodrigo Polla e Romário Oliveira. Projeções – Dan Aqua.
Poema Suspenso para uma Cidade em Queda – Dias 2, 3, 4, 9, 10 e 11 de junho, sexta-feira a domingo, às 20 horas. Duração – 60 minutos. Recomendado para maiores de 14 anos. Capacidade – 99 lugares. Elenco – Verônica Gentilin, Virginia Iglesias, Lucas Bêda, Marcos Felipe e Sandra Modesto. Direção – Luiz Fernando Marques. Finalização Dramatúrgica – Verônica Gentilin. Dramaturgia – Cia Mungunzá de Teatro e Luiz Fernando Marques. Argumento – Cia Mungunzá de Teatro. Técnicos Performances – Pedro Augusto e Leonardo Akio. Diretor Assistente – Paulo Arcuri. Trilha Sonora Composta – Gustavo Sarzi. Desenho de Luz – Pedro Augusto. Cenário – Cia Mungunzá de Teatro, Luiz Fernando Marques e Paulo Arcuri. Direção de Arte e Figurinos – Valentina Soares. Vídeo – Lucas Bêda. Produção Executiva – Sandra Modesto e Marcos Felipe. Produção Geral – Cia Mungunzá de Teatro. Fotografia e Registro do Processo – Mariana Bêda.
Desmesura – Dias 16, 17 e 18 de junho, sexta-feira a domingo, às 20 horas. Duração – 60 minutos. Recomendado para maiores de 18 anos. Capacidade – 99 lugares. Criação – Teatro Kunyn. Direção – Luiz Fernando Marques. Dramaturgia – Ronaldo Serruya. Elenco – Luiz Gustavo Jahjah, Paulo Arcuri e Ronaldo Serruya. Direção de Arte – Yumi Sakate. Iluminação – Wagner Antônio. Dramaturg – Renata Pimentel. Designer Gráfico – Jonatas Marques. Direção de Produção – Fernando Gimenes. Produção Executiva – Vânia Lima. Produção – Teatro Kunyn e Mofo Produção Cultural.


TEATRO DE CONTÊINER MUNGUNZÁ – Rua dos Gusmões, 43 – Luz (próximo à estação Luz do metrô). Acesso para deficientes físicos. Capacidade do Teatro – 99 lugares. Bilheteria – Abre uma hora antes do início das apresentações (aceita dinheiro e cartões débito/ crédito Visa e MasterCard).




DE OLHO NA CENA ® 2015 - Todos os Direitos Reservados
. . . . . . . . . . . .

DE OLHO NA CENA BY NANDA ROVERE - TUDO SOBRE TEATRO, CINEMA, SHOWS E EVENTOS Sou historiadora e jornalista, apaixonada por nossa cultura, especialmente pelo teatro.Na minha opinião, a arte pode melhorar, e muito, o mundo em que vivemos e muitos artistas trabalham com esse objetivo. de olho na cena, nanda rovere, chananda rovere, estreias de teatro são Paulo, estreias de teatro sp, criticas sobre teatro, criticas sobre teatro adulto, criticas sobre teatro infantil, estreias de teatro infantil sp, teatro em sp, teatros em sp, cultura sp, o que fazer em são Paulo, conhecendo o teatro, matérias sobre teatro, teatro adulto, teatro infantil, shows em sp, eventos em sp, teatros em cartaz em sp, teatros em cartaz na capital, teatros em cartaz, teatros em são Paulo, teatro zona sul sp, teatro zona leste sp, teatro zona oeste sp, nanda roveri,

CRISOFT - Criação de Sites ® 2005
HOME PAGE | QUEM SOU | TEATRO ADULTO | TEATRO INFANTIL | MULTICULTURAL | CONTATO
CRÍTICAS OPINIÕES CINEMA
MATÉRIAS MATÉRIAS SHOWS
ESTREIAS ESTREIAS EVENTOS