TEATRO
Acompanhe o melhor do teatro adulto e infantil! As principais estreias nos palcos estão aqui.
Não deixe de ler as matérias e críticas.

Entrevistas e dicas de espetáculos

Ayrton Senna o musical
Publicado em 16/03/2018, 22:00
34
Facebook Share Button
A morte de Ayrton Senna é 1994 foi um choque, uma tristeza mundial. O mais famoso corredor de Fórmula 1 sofreu um acidente fatal na Itália. Parecia mentira, as pessoas não acreditavam, a notícia se espalhou por todos os cantos do mundo e na mídia era o assunto mais comentado.

O seu carisma era enorme e a sua paixão pelo ofício era nítida. Seu maior legado foi a perseverança e ousadia. Chuva para ele não era empecilho. Estar num carro a 300 por hora era liberdade, era a sua vida.

Senna ainda é referência do nosso esporte e a Aventura entretenimento teve a ideia de contar a vida de Senna através de um musical.

Muito se questionou qual a relação de Senna com a música? Segundo os integrantes da equipe criativa, a música estava na mecânica dos carros, do barulho ensurdecedor do carro em alta velocidade ( que para muitos é barulho, mas para ele era algo mágico).

Produzido pela Aventura Entretenimento, em parceria com a família Senna e apresentado pelo Bradesco, “Ayrton Senna, o musical” é a vigésima quarta produção da Aventura, em nove anos de existência e administrada por Aniela Jordan, sócia-diretora da Aventura, ao lado de Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles

Claudio Lins e Cristiano Gualda assinam o roteiro e as canções originais – compostas especialmente para o espetáculo.

Para contar essa história no palco, o diretor escolhido foi Renato Rocha, que desenvolveu carreira internacional por quase 10 anos. O elenco é formado por vinte e quatro atores/cantores/bailarinos/acrobatas e os atores foram escolhidos através de audição.

O objetivo da produção é levar a perseverança do Senna para o palco nesses dias conturbados. A vida no limite.

O diretor utiliza o teatro musical para inovar na encenação através do circo e de uma concepção cênica moderna. A superprodução conta com acrobacias e efeitos especiais, integrando música, dança, teatro e circo.

Ayrton Senna o musical é uma montagem sensorial, que tem os movimentos corporais como o principal fio condutor, além da trilha.
O atleta olhava o mundo através do seu capacete a 300 por hora e a linguagem circense é usada para retratar toda a sua adrenalina nas pistas. Um Design Cênico futurista que remete à velocidade e à comunhão de Senna com o seu carro.

São os acrobatas que impõem ao espetáculo um ritmo acelerado e se arriscam no palco, como o piloto se arriscava – em nome da vitória e do prazer de não se acomodar.

A bailarina, coach corporal e atriz Lavínia Bizzotto é responsável pelos movimentos. Rodolfo Rangel, que integra a equipe de criação do Cirque du Solei, trabalhou com o elenco os princípios do circo.

O espetáculo começa na última corrida de Ayrton, em Ímola, na Itália, e a ideia é passar para o espectador o que pode ter passado pela cabeça de Ayrton nas últimas cinco voltas. Senna revê a vida de uma maneira não cronológica e sem a pretensão de mostrar toda a sua biografia ( existem momentos da sua vida, mas também passagens ficitícias). ¨O objetivo é entender a emoção e as sensações que o Senna provocava nas pessoas¨, declara Cristiano Gualda.

O foco do musical está na captura da essência da personalidade e caráter de Ayrton, com o seu espírito guerreiro e a sua conhecida solidariedade.

Para que a ambientação promova um mergulho no universo da Fórmula 1, Gringo Cardia levou para o tablado elementos que remetem à velocidade , como pneus, capacetes, boxes e faixas. No figurino, a grande inspiração de Dudu Bertholini foi o macacão de piloto.

O ator Hugo Bonemer, intérprete de Senna na fase adulta, conta que tinha seis para sete anos quando Senna faleceu e foi a maior comoção na sua casa. Por isso, a sua maior lembrança do Senna é do dia da sua morte.

Para viver o personagem, o ator buscou informações no Instituto Senna e conversou com a mãe do piloto. Pesquisou a vida do ídolo também em livros, revistas, vídeos e documentários.

João Vitor Silva que faz Senna quando ainda trabalhava com o pai e começou a se profissionalizar no automobilismo, ainda não era nascido quando Senna viveu o seu apogeu e faleceu, mas contou com a ajuda de Bonemer para a criação do personagem, já que existem poucas informações sobre o piloto quando jovem. Buscou levar para o palco a energia positiva que Senna transmite, também conversou com ... ¨O que mais me marca no Senna é o seu brilho no olhar¨, diz emocionado.

Ficha Técnica
Texto e composições originais – Claudio Lins e Cristiano Gualda
Direção – Renato Rocha
Direção Musical – Felipe Habib
Criação Sonora – Daniel Castanheira
Cenografia e Direção de Arte – Gringo Cardia
Figurino – Dudu Bertholini
Coreografia – Lavínia Bizzotto
Desenho de Som – Carlos Esteves
Desenho de Luz – Renato Machado
Produção de Elenco – Marcela Altberg
Direção Técnica de Efeitos de Voo e Rigging Designer – Vincent Schonbrodt
Supervisor de Efeitos de Voo e Rigging Designer – Daniel Araújo
Assessoria de Acrobacia e Coach – Rodolfo Rangel
Assistente de Direção e Diretor Residente – Pedro Rothe
2° Assistente de Direção – Matheus Brito
Assistente de Direção Musical e Preparadora Vocal – Aurora Dias
Assistente de Arranjos e Pianista Condutor – Gustavo Salgado
Assistente de Cenografia – Jackson Tinoco
Assistente de Figurino – Cinthia Kiste
Assistente de Coreografia – Roberta Serrado
Elenco: Hugo Bonemer, Victor Maia, João Vitor Silva, Lucas Vasconcelos, Pepê Santos, Will Anderson, Leonardo Senna, Adam Lee, Ivan Vellame, Kiko do Valle, Natasha Jascalevich, Estrela Blanco, Karine Barros, Lana Rhodes, Bruno Carneiro, Douglas Cantudo, Juliano Alvarenga, MarcellaCollares, Marcelinton Lima, Olavo Rocha, Laura Braga, João Canedo, Gabriel Demartine, Paula Raia, NorranaHadassa e Pedro Valério Lopez.
Banda: Evelyne Garcia – Piano e Teclado / Regente | Diego Soares – Bateria e Eletrônicos / Regente | Thiago Vieira – Guitarra | Vini Lobo – Baixo e Sintetizador | Elias Correa – Trombone | Vander Nascimento – Trompete e Flugel | Daniel KaeserMerola – Saxofones e Clarinete | Daniel Castanheira – Samplers e Sintetizadores.

SERVIÇO – AYRTON SENNA, O MUSICAL
Local: Teatro Sérgio Cardoso – Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo / SP
Temporada: de 16 de março a 3 de junho
Horários: Quinta e sexta às 20h30; sábado às 17h e 21h; domingo às 18h30
Vendas: ingressorapido.com.br
Preços: Sexta: Plateia VIP – R$100 | Plateia – R$80 | Balcão – R$50
Sábado (21h): Plateia VIP – R$150 | Plateia – R$120 | Balcão – R$70
Sábado (17h) e Domingo (18h30): Plateia VIP – R$130 | Plateia – R$100 | Balcão – R$60
Capacidade: 835
Duração: 2h20 (com 15 min de intervalo)
Classificação etária: Livre
Clique nas imagens para ampliar:



DE OLHO NA CENA ® 2015 - Todos os Direitos Reservados
. . . . . . . . . . . .

DE OLHO NA CENA BY NANDA ROVERE - TUDO SOBRE TEATRO, CINEMA, SHOWS E EVENTOS Sou historiadora e jornalista, apaixonada por nossa cultura, especialmente pelo teatro.Na minha opinião, a arte pode melhorar, e muito, o mundo em que vivemos e muitos artistas trabalham com esse objetivo. de olho na cena, nanda rovere, chananda rovere, estreias de teatro são Paulo, estreias de teatro sp, criticas sobre teatro, criticas sobre teatro adulto, criticas sobre teatro infantil, estreias de teatro infantil sp, teatro em sp, teatros em sp, cultura sp, o que fazer em são Paulo, conhecendo o teatro, matérias sobre teatro, teatro adulto, teatro infantil, shows em sp, eventos em sp, teatros em cartaz em sp, teatros em cartaz na capital, teatros em cartaz, teatros em são Paulo, teatro zona sul sp, teatro zona leste sp, teatro zona oeste sp, nanda roveri,

CRISOFT - Criação de Sites ® 2005
HOME PAGE | QUEM SOU | TEATRO ADULTO | TEATRO INFANTIL | MULTICULTURAL | CONTATO
CRÍTICAS OPINIÕES CINEMA
MATÉRIAS MATÉRIAS SHOWS
ESTREIAS ESTREIAS EVENTOS